faleconosco@tudoparamulher.net

Vida de mãe: a hora do soninho

Vida de mãe: a hora do soninho

Vida de mãe: a hora do soninho

707 0

Hoje eu não consegui. Não resisiti mesmo. Eles adormeceram agarradinhos à mamãe. “Mas não é assim que se ensina uma criança a dormir sozinha”, Simone. Eu sei, mas e daí? Sei que os pediatras vão ficar de cabelo em pé ao ver essa cena. Mas, venhamos e convenhamos, a hora do soninho é uma delícia. heart

Não, eles não dão nenhum trabalho para dormir. Todas às noites seguimos um ritual antes do soninho: jantar, brincar e banho. E eles amam tomar banho junto com a mamãe ou com o papai. E mais, sabem que depois dali vem a hora de dormir. Colocamos as fraldas, os pijamas, escovamos os dentes, penteamos os cabelos e por fim, o perfume. Sim, eles dormem cheirosinhos da mamãe. heartheart

Depois, vamos juntos direto para a rede, no mesmo horário. Oramos e abençoamos. De um lado Lis e do outro Inácio. É aí, que começa um dos momentos mais maravilhosos do dia. Aquieto o meu coração, a minha alma e me permito, sem pressa, sentir o cheirinho de cada um, ouvir a respiração, sentir a pele sedosa e os cabelos macios. 

Segurar as suas mãozinhas e perceber o quanto cresceram. É gostoso demais vê-los adormecer embalados pela minha voz cantando cantigas de ninar ou músicas que falam de amor. É uma emoção sem fim senti-los se aconchegando em meu corpo. Em cima da barriga, no peito, às vezes até debaixo do “sovaco”, pegando na minha orelha, colocando o dedo no nariz... 

Ficar com eles assim, agarradinhos ao meu corpo, me remete à sensação de quando estava grávida de cada um. Tempo em que éramos somente nós. E por falar em tempo, esse passa voando e momentos como estes não voltam, jamais. crying

Assim, aproveito para guardar na memória do meu coração o cheirinho, o toque macio da pele, a sensação gostosa das minhas mãos passando pelo cabelinho de cada um “por que um dia eu sei, vou ter que ‘deixa-los’ ir”. (Pitty)

 

 

Publicações Relacionadas

O espetáculo do parto normal

Empresária chama atenção sobre os procedimentos, muitas vezes, desnecessários aos quais as mulheres estão expostas em maternidades.

Entre a maternidade e a vida profissional

Pesquisadora reprograma sua história de vida para cumprir papel de mãe/esposa sem abandonar os planos da carreira acadêmica.

Divino manto

Pensar na história da Imaculada Conceição, me faz lembrar da minha infância, no povoado Serra do Machado.

Seja o primeiro a comentar

ENVIAR UM COMENTÁRIO

PORQUE MEU COMENTÁRIO NÃO APARECEU?

Os comentários do portal são moderados, então podem demorar um pouco a serem autorizados. Comentários ofensivos não são publicados.