faleconosco@tudoparamulher.net

Mulher gosta de dinheiro sim: o dela!

Mulher gosta de dinheiro sim: o dela!

Mulher gosta de dinheiro sim: o dela!

607 0

Elas estão presentes nos mais diversos setores da economia mundial. São líderes de grandes nações, presidentes de corporações renomadas e profissionais premiadas internacionalmente. O papel econômico da mulher é imprescindível e cresce a cada dia. Mas nem sempre foi assim. Há poucas décadas elas conquistaram uma abertura no mercado de trabalho e ainda lutam para firmar seu lugar em ambientes majoritariamente masculinos.

Um exemplo disso é Cressida Dick, que acaba de ser nomeada para o mais alto cargo da polícia metropolitana de Londres. Ela é a primeira mulher a chefiar essa instituição, que já tem mais de 180 anos de tradição no Reino Unido.

A importância da participação feminina tem sido cada vez mais reconhecida mundo afora. O Mercado Financeiro, por exemplo, já está se abrindo para elas. Mas, mesmo sendo maioria da população brasileira, as mulheres ainda têm grandes desafios pela frente.

Mulheres à frente das próprias finanças
A ideia de que as mulheres não têm habilidades financeiras, apesar de não ser verdade, ainda faz parte do senso comum repetido por muita gente. A premissa de que elas só se interessam por homens por causa do poder aquisitivo, está com os dias contados.

Elas querem saber de dinheiro sim: o delas! Além de mais autonomia na vida pessoal e mais oportunidades na carreira, as mulheres atualmente também querem conquistar a independência financeira.

E isso se comprova em uma pesquisa realizada pela Toro Radar:
•    35,9% disse possuir algum tipo de investimento
•    45,9% afirmou que ainda não investe, mas gostaria de começar
•    Cerca de 70% das participantes afirma ter vontade de aprender a investir na bolsa
•    Entre os principais empecilhos que elas apresentaram estão o pouco conhecimento sobre a modalidade (33%) e a falta de capital (24%).

Elas têm muito espaço para conquistar e reconhecem o próprio potencial para as finanças. A pesquisa mostrou que 50,8% das entrevistadas acredita que as mulheres têm grande potencial para o mercado financeiro.

Se o interesse das mulheres pela bolsa de valores é alto, o mercado financeiro tem recebido incentivos para se abrir a elas cada vez mais. Um exemplo disso aconteceu recentemente em Wall Street.

A famosa estátua do touro ganhou companhia no Dia Internacional da Mulher. Uma figura em bronze de uma menina foi instalada em posição desfiadora em frente a ele. Junto à figura da menina, foi instalada uma placa com os dizeres: “Conheça o poder das mulheres na liderança. Elas fazem a diferença”.

Os idealizadores do projeto fizeram a provocação para lembrar sobre a necessidade de ter mais mulheres no Mercado Financeiro. Criada pela escultora Kristen Visbal e nomeada de “Menina Sem Medo”, a estátua foi bem recebida pela população, que espera vê-la por lá durante um bom tempo.

A luta por reconhecimento do poder feminino ganha força com o exemplo de mulheres fortes no Brasil e no mundo. A pesquisa também pediu para que as participantes contassem qual mulher as inspira hoje em dia.

Muito em voga recentemente devido ao Oscar, Viola Davis foi uma das mais citadas. Michelle Obama também não ficou muito atrás. A ex-primeira dama dos Estados Unidos continua sendo um ícone para muitas mulheres ao redor do mundo.

Outras mulheres notáveis citadas foram:
•    A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, Cármen Lúcia
•    A escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie
•    A ativista paquistanesa Malala Yousafzai

Todavia, a figura maternal ganhou a primeira posição entre os exemplos femininos mais indicados. A própria mãe foi considerada a maior inspiração pela maioria das participantes.
E não é à toa: normalmente essas mulheres trabalharam dentro e fora de casa, criaram os filhos, cresceram na carreira e enfrentaram grandes desafios até chegarem onde estão.

Assim sendo, fica claro que as #mulheresafrente não são apenas aquelas que figuram na lista das mais influentes do mundo, elas fazem parte do dia a dia de todos nós.

 

Fonte: Toro Radar

Foto: dmmarketingdigital.com

Publicações Relacionadas

Três passos para a alta performance profissional - Parte I

A capacidade de superar rejeições poderá ser muito útil se você perceber que receber um “não” é uma oportunidade de crescimento.

Chama os anjos e toca a harpa

Em um momento de extrema fragilidade, eis que surgem dois projetos que desafiam o meu processo criativo.

A emoção da medalha

Em 2h38, Lillian colocou em prática o trabalho de um ano inteiro e venceu a todos os desafios.

Seja o primeiro a comentar

ENVIAR UM COMENTÁRIO

PORQUE MEU COMENTÁRIO NÃO APARECEU?

Os comentários do portal são moderados, então podem demorar um pouco a serem autorizados. Comentários ofensivos não são publicados.